Resenha: Kindred {Octavia E. Butler}

by - dezembro 09, 2017


Em seu vigésimo sexto aniversário, Dana e seu marido estão de mudança para um novo apartamento. Em meio a pilhas de livros e caixas abertas, ela começa a se sentir tonta e cai de joelhos, nauseada. Então, o mundo se despedaça. Dana repentinamente se encontra à beira de uma floresta, próxima a um rio. Uma criança está se afogando e ela corre para salvá-la. Mas, assim que arrasta o menino para fora da água, vê-se diante do cano de uma antiga espingarda. Em um piscar de olhos, ela está de volta a seu novo apartamento, completamente encharcada. É a experiência mais aterrorizante de sua vida... até acontecer de novo. E de novo. Quanto mais tempo passa no século XIX, numa Maryland pré-Guerra Civil – um lugar perigoso para uma mulher negra –, mais consciente Dana fica de que sua vida pode acabar antes mesmo de ter começado.

 
“Impossível terminar de ler Kindred sem se sentir mudado. É uma obra de arte dilaceradora, com muito a dizer sobre o amor, o ódio, a escravidão e os dilemas raciais, ontem e hoje” – Los Angeles Herald-Examiner



Uma hora Dana esta bem, vivendo feliz com seu marido e planejando o futuro junto com ele. No momento seguinte, ele viaja misteriosamente no tempo, e vai parar nos Estados Unidos do século XIX, um lugar, ou melhor, uma época, em que ser negro não é algo seguro. Isso tudo poderia muito bem ser um sonho, mas ai, acontece de novo, de novo e de novo. E cada vez é pior que a última. Uma mulher, negra e sozinha, numa época dominada por homens e pelo preconceito.

O motivo de tudo isso acontecer, ela não sabe. A única certeza que tem, é que é uma experiência aterrorizante, e que de alguma forma, vai liga-la a uma pessoa, a qual tem que salvar e descobrir o que é esse "laço" que os conecta.



Uma negra para cuidar dele que via os negros como sub-humanos, uma mulher para cuidar dele que via as mulheres como eternas incapazes.


A escrita de Octavia E. Butler envolve o leitor de uma forma como vi poucas vezes no mundo da literatura. É um livro forte e que leva o leitor a uma reflexão profunda sobre o racismo e a posição da mulher na sociedade. Mesmo sendo um livro de ficção, com uma história sobre viagem no tempo, tudo o que esta escrito nas páginas desse livro é real. Quantas Danas não existiram, e existem até hoje na nossa sociedade. Quantas delas não são abusadas e subestimadas todos os dias, vistas como inferiores pelos "homens brancos"? A resposta é: SÃO MUITAS!

Ler Kindred foi um experiência que me marcou profundamente, a autora consegue tocar a todos com a forma real como coloca cada acontecimento. É necessário ler obras como esta, e mais do que isso, refletir sobre as mensagens que estão presas nas entrelinhas.

Eu recomendo esse livro de olhos fechados, para os amantes de ficção cientifica, de mulheres fortes e de boas histórias.











COMECEI A ESCREVER SOBRE PODER, PORQUE ERA ALGO QUE EU TINHA MUITO POUCO.




KINDRED - LAÇOS DE SANGUE 
AUTOR(A)OCTAVIA E. BUTLER
EDITORA: MORRO BRANCO
PÁGINAS: 432
NOTA: 

Você posde gostar também:

0 comentários