Posts Recentes

Resenha: A luz que perdemos - Jill Santopolo

25 de agosto de 2018




Gostaria de começar essa resenha dizendo que eu não sou a maior fã de romances do mundo, já fui para falar a verdade, mas hoje com 22 anos prefiro fantasia, distopia e suspense, mas de vez enquanto eu escolho um livro como esse ou ele me escolhe, sei lá... o que eu estou querendo dizer é que não é toda leitura do gênero que me agrada, costumo achar tudo clichê demais, muita água com açúcar, mas A LUZ QUE PERDEMOS chegou de mansinho, sem grandes alardes com uma premissa aparentemente comum, mas que ganhou o meu coração ou melhor... o partiu em muitos pedaços!
⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ ⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀
Lucy e Gab se conheceram no fatídico dia do atentado ao World Trade Center em 11 de setembro, as circunstâncias dolorosas e cruéis fizeram os dois se aproximarem e viverem um rápido “romance”, mas que não duraria muito. Logo, os dois seguiram por caminhos diferentes. Cada um à sua maneira deram um rumo a suas vidas, mas algo sempre os puxava de volta um para o outro como se estivessem ligados por algo maior. 
⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ ⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀
Bem...

Esse é um livro sobre as idas e vindas do amor, sobre esperança, medo, paixão e principalmente sobre como as decisões que tomamos afetam a nossa vida.
⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ ⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀
Lucy e Gab poderiam ter sido o casal perfeito, daqueles que fazem as pessoas suspirarem ao redor, mas escolheram não ser. Cada pequeno “não”, cada minúsculo “sim”, tudo contribuiu para que a distância entre os dois aumentasse, mesmo que o amor ainda continuasse ali... inteiro. 
Eles escolheram não vivê-lo. ⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ ⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀ 




Jill Santopolo escreveu um livro sobre o primeiro amor e como ele afeta a forma como lidamos com nossas emoções dai por diante. Eu particularmente não acredito em destino, mas acredito em amor, só que eu sei que existe muito mais em uma relação, que é preciso “mais” para que valha a pena. Se eu pudesse dizer algo para o casal desse livro seria “eu sinto muito”, nem sei direito o que... só sei que sinto. ⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀ ⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀
No mais, essa foi uma leitura extremante marcante, com uma escrita simples e real a autora nos mostra que o amor é complicado e que nem todo mundo está pronto para ele.







.A LUZ QUE PERDEMOSAUTOR(A): JILL SANTOPOLOEDITORA: ARQUEIRONOTA: 5/5 + FAVORITO


Lucy e Gabe se conhecem na faculdade na manhã de 11 de setembro de 2001. No mesmo instante, dois aviões colidem com as Torres Gêmeas. Ao ver as chamas arderem em Nova York, eles decidem que querem fazer algo importante com suas vidas, algo que promova uma diferença no mundo.
Quando se veem de novo, um ano depois, parece um encontro predestinado. Só que Gabe é enviado ao Oriente Médio como fotojornalista e Lucy decide investir em sua carreira em Nova York.
Nos treze anos que se seguem, o caminho dos dois se cruza e se afasta muitas vezes, numa odisseia de sonhos, desejo, ciúme, traição e, acima de tudo, amor. Lucy começa um relacionamento com o lindo e confiável Darren, enquanto Gabe viaja o mundo. Mesmo separados pela distância, eles jamais deixam o coração um do outro.
Ao longo dessa jornada emocional, Lucy começa a se fazer perguntas fundamentais sobre destino e livre-arbítrio: será que foi o destino que os uniu? E, agora, é por escolha própria que eles estão separados?
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário