Posts Recentes

Resenha: Príncipe Cruel, de Holly Black

4 de novembro de 2018



Gostaria de começar ressaltando que sou uma fã do gênero de fantasia, e pessoas que amam esse tipo de livro sabem que ultimamente enredos bons estão em falta no mercado editorial, é sempre a mesma coisa, venho lendo livros e mais livros nos últimos tempos que eu nem se quer tenho vontade de fazer resenha. Então, a expectativa para O PRÍNCIPE CRUEL estava nas alturas, e ainda bem que foram alcançadas!





O livro é narrado em primeira pessoa por Jude, uma garota mortal que viu seus pais serem mortos na sua frente pelo homem que futuramente cuidaria dela e de suas irmãs e que contra todos os julgamentos ela iria amar. O assassino chamasse Madoc, um homem que um dia foi marido da mãe da garota, e que irritado com a traição de sua esposa, que o deixou para ficar com um homem mortal, tirou a vida do casal. Assim, Jude e suas duas irmãs são levadas ao reino das fadas para serem educadas e fazer daquele lugar um lar, mas o que parecia ser um conto de fadas acaba se tornando um inferno.

Os feéricos são na sua maioria cruéis e odeiam humanos, os acham seres inferiores, principalmente o jovem príncipe Cardan, que faz de tudo para tornar a vida mortal de Jude o mais cruel possível.

Porém, o mundo dos feéricos é cheio de traições e intrigas, e para sentir-se parte desse mundo Jude aceita fazer coisas que jamais pensou que fosse capaz, tudo em nome de um desejo de poder, e talvez... de vingança



"Somos mortais. Não temos uma eternidade para que nos deixem fazer as coisas que queremos"



Como eu havia falado lá no começo estava com altas expectativas para esse livro, ele estava em uma hype enorme em todos os blogues e bookstagrans gringos que eu acompanho. Esse foi meu primeiro contato com a escrita de Holly Black e admito que estou muito satisfeita com a forma como ela coloca cada palavra. 




A narrativa desse livro é ágil e veloz, com personagens marcantes e um enredo de tirar o fôlego! Confesso que as primeiras páginas me fizeram pensar que essa era uma história mais adolescente, focada em um romance impossível, mas não! É sobre poder, sobre ser diferente em um mundo de padrões inalcançáveis. sobre traição e as intrigas em que podemos nos envolver caso nossa sede por vingança e poder seja grande demais.





E um dos pontos que mais me agradou nessa história é porque o livro da uma baita evoluída em apenas 320 páginas, passando de um romancezinho adolescente para uma verdadeira guerra. 

Para os fãs de fantasia esse livro é um prato cheio, e mais ainda para quem é fã do universo dos feéricos. Eu particularmente estou muito ansiosa pela continuação. O final desse primeiro livro deixou muitas pontas soltas aos quais eu quero conectar e saber como termina.



Recomendado!





AUTOR(A): HOLLY BLAKC
EDITORA: GALERA RECORD
PÁGINAS: 321
NOTA: 4,5/5
Primeiro livro da mais nova série de Holly Black. Conheça a impressionante história de uma garota mortal que se vê presa em uma teia de intrigas reais. Jude tinha 7 anos quando seus pais foram assassinados e foi forçada a viver no Reino das Fadas. Dez anos depois, tudo o que ela quer é ser como eles – lindos e imortais – e realmente pertencer ao Reino das Fadas, apesar de sua mortalidade. Mas muitos do povo das Fadas desprezam os humanos. Especialmente o Príncipe Cardan, o filho mais jovem, mais bonito e mais cruel do Grande Rei. Para ganhar um lugar na Alta Corte, ela deve desafiá-lo... e enfrentar as consequências. Envolvida em intrigas e traições do palácio, Jude descobre sua própria capacidade para truques e derramamento de sangue. Mas, com a ameaça de uma guerra civil e o Reino das Fadas por um fio, Jude precisará arriscar sua vida em uma perigosa aliança para salvar suas irmãs, e o próprio Reino. Com personagens únicos, reviravoltas inesperadas, e uma traição de tirar o fôlego, este livro vai deixar o leitor pedindo bis – querendo mergulhar de cabeça na continuação deste universo.

Comentários
2 Comentários

2 comentários :