Posts Recentes

Resenha: Antologia da Literatura Fantástica

5 de junho de 2019



Clássico absoluto da literatura em língua espanhola, este volume reúne 75 contos fantásticos de todos os tempos, de mestres do gênero como Edgar Allan Poe, H. G. Wells, Franz Kafka e Julio Cortázar, entre outros.

Eu comecei a leitura desse livro depois de sair de uma ressaca literária pesadíssima, ele me ajudou a ler melhor depois disso, porem, minhas expectativas à respeito da obra não foram completamente atendidas. Em alguns momentos me senti um pouco cansada durante a leitura, mas nada que estragasse minha experiência.
Sempre gostei muito de contos, mas apesar disso raramente encontro um conto que me agrade, posso contar nos dedos os que eu realmente gostei até hoje, sendo assim, ao me deparar com esse livro eu pensei que ele seria uma junção perfeita de duas coisas que eu gosto, já que sou apaixonada por fantasia. E foi até certo ponto, mas não consegui me sentir muito envolvida no meio de tantas histórias.
Mas... Apesar dos pesares, essa é uma obra que explora o fantástico de um jeito muito mirabolante, alguns contos encorporam facetas extraordinárias. Esse é um gênero extremamente vasto e o livro aborda muito bem isso, desde o sobrenatural, passando pelo surrealista, até chegar em coisas que o leitor se quer cogitou a possibilidade de imaginar. 
Antologia da Literatura Fantástica é sem dúvida uma leitura obrigatória para os amantes do gênero, mas é importante que você não cometa o mesmo erro que eu, de ler tudo de uma vez. Vá com calma, é interessante quando intercalamos ele com outras leituras, e é bem mais confortável.
Eu indico com certeza a obra para qualquer pessoa que seja, mas esteja ciente de que talvez as coisas sejam um pouco diferentes do que os leitores da Cassandra Clare ou Sarah J. Mass por exemplo, estão acostumados.

ANTOLOGIA DA LITERATURA FANTÁSTICA
AUTOR(A): ADOLFO BIOY CASARES, JORGE LUIS BORGES E SILVINA OCAMPO.
EDITORA: COMPANHIA DAS LETRAS
NOTA: 3/5





Numa noite de 1937, ao conversar sobre ficções fantásticas, três amigos — Jorge Luis Borges, Adolfo Bioy Casares e Silvina Ocampo — resolveram criar uma antologia com seus autores preferidos. Do filósofo Martin Buber ao explorador Richard Burton, passando pela tradição dos contos orientais, além de Cortázar, Kafka, Cocteau, Joyce, Wells e Rabelais, são 75 histórias — não só contos, como fragmentos de romance e peças de teatro — que nos apresentam uma literatura marcada pelo imaginário e por um modo diferente de representar a realidade. "A nossa sociedade — global, multilinguística, imensamente irracional — talvez só possa descrever a si mesma com a linguagem intuitiva da fantasia", anota a escritora Ursula K. Le Guin no posfácio desta edição.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário